top of page
  • Foto do escritorBeca Tonello

País do FPS: com mais um título mundial, Rainbow Six Siege continua legado do CS:GO

Título da W7M no Major de Rainbow Six Siege mostra a força do país na modalidade.

País do FPS: com mais um título mundial, Rainbow Six Siege continua legado do CS:GO

O Brasil soltou mais uma vez, em maio, o grito de campeão mundial nos esportes eletrônicos, com o título conquistado pela w7m esports no BLAST R6 Copenhagen Major 2023. Em uma final 100% verde e amarela, os Touros bateram a Team Liquid por 3 a 0 e conseguiram o primeiro título internacional da organização. Com a vitória na Dinamarca, o R6 acumula cinco conquistas brasileiras em cenário, uma mostra do protagonismo do país na modalidade.

Grande sensação do cenário nacional, a W7M - popularmente W7Máquina, como ficou conhecida pelo desempenho recente - já vinha desempenhando de forma sólida desde o início do primeiro turno do Campeonato Brasileiro de 2022, ao liderar as três etapas e quebrar o recorde de pontos da competição. Porém, o grande problema dos Bulls estava na hora da decisão: no Brasileirão do ano passado, derrota para a Team Liquid (adversária neste último Major); e no Six Invitational 2023, foi superada pela europeia G2 Esports na decisão. A conquista em Copenhagen é a redenção de uma equipe que sempre manteve o alto nível de competitividade durante toda temporada e mantém a tradição de uma organização acostumada a levantar troféus em jogos de tiro.

Brasil retoma protagonismo internacional no R6 após hiato de títulos

O Rainbow Six Siege teve suas primeiras competições internacionais em abril de 2016, com o surgimento das edições da Pro League. Inicialmente, a competição contava apenas com quatro equipes, sendo duas europeias e duas norte-americanas. No ano seguinte, o número de vagas aumentou para oito, e passou a reunir os dois melhores colocados de Europa, América do Norte e América Latina, no campeonato em formato mata-mata.

Depois de protagonizar algumas derrotas dolorosas, como os dois vice-campeonatos da Black Dragons em 2017, o Brasil conquistou sua primeira competição internacional no Rainbow Six Siege, com a vitória da Team Liquid na Pro League Season 8 de Atlantic City sobre os europeus da PENTA, time a ser batido até aquele momento.

Durante algum tempo, o Brasil não conseguiu grande destaque na modalidade, com equipes de outras regiões dominando as competições mundiais. O mais perto que o país chegou de um título internacional foi com a Ninjas in Pyjamas, vice-campeã do Six Invitational 2020, campeonato de maior relevância do cenário competitivo do jogo. Mas era cada vez mais visível que em questão de tempo os brasileiros tomariam conta do cenário internacional de R6.

A virada de chave veio no ano de 2021. Tudo começou com a classificação de seis equipes do país para o Six Invitational 2021, torneio que teve início em maio daquele ano: Team Liquid, Team oNe, FURIA, MIBR, FaZe Clan e Ninjas in Pyjamas. Essa foi, até então, a maior participação do Brasil na competição.

Devido à ótima atuação da NiP no ano anterior, as expectativas sobre os brasileiros estavam altas, e elas se tornaram realidade. Das cinco melhores equipes da competição, quatro eram brasileiras e em uma decisão bastante disputada, a Ninjas in Pyjamas bateu a Team Liquid se sagrou campeã do Six Invitational 2021, garantindo o primeiro grande título do Brasil no Rainbow Six Siege. Ainda em 2021, outras duas competições internacionais foram vencidas pelo Brasil: o Six Major México, pela Team oNe, com a conquista de seu primeiro título internacional após uma virada impressionante na fase de grupos. E no Six Major Suécia, com a FaZe Clan, que ganhou seu primeiro título internacional em mais uma final brasileira de competição internacional, ao vencer a Ninjas in Pyjamas.

Em 2022, o Brasil não conseguiu repetir o mesmo desempenho do ano anterior, mas além de presença garantida no top-4 de todos os torneios internacionais, o Brasil ainda conseguiu resultados expressivos com os vice-campeonatos da FaZe Clan e Team Liquid nos Majors de Berlim e Jönköping, respectivamente.

Passado vitorioso inspirou sucesso do presente

País do FPS: com mais um título mundial, Rainbow Six Siege continua legado do CS:GO

No tradicional Counter Strike, o país obteve a primeira conquista internacional em 2006. Naquele ano, a tradicional organização MIBR conquistou o mundial de CS 1.6 em cima dos suecos da Fnatic, abrindo as portas para o Brasil nas competições internacionais nos FPS. Após este primeiro título, o país levantou mais seis troféus, totalizando sete na modalidade. Dentre eles, o destaque para os dois títulos de Major da Luminosity Gaming e SK Gaming, ambas lideradas pela lenda dos esports, Gabriel “Fallen”.

Já no VALORANT, embora ainda recente, o Brasil se estabeleceu como uma potência da modalidade desde a criação do jogo. Os resultados expressivos não demoraram a aparecer e logo no segundo campeonato mundial da modalidade, a equipe brasileira LOUD faturou o VALORANT Champions 2022, disputado em Istambul. O Brasil tem também conquistas internacionais no PointBlank (2016, 2018 e 2019) e CrossFire (2018 e 2019).

Com a popularização do CS nas lan houses e casas do país, o gênero FPS ganhou destaque e facilitou a entrada de novos jogos para o cenário competitivo brasileiro. Dentre eles está o próprio R6, que surgiu no final do ano de 2015 e rapidamente conquistou o público brasileiro com uma proposta completamente tática e inovadora para o gênero.

Com isso, grandes nomes dos esportes eletrônicos foram moldados nas lan houses brasileiras. Entre eles, estão: Lincoln "fnx" (CS:GO), Gustavo "Sacy" (VALORANT) e Karl "Alem4o" (atual campeão mundial de Rainbow Six Siege), que chamaram a atenção de organizações internacionais e hoje desfilam seus talentos em ligas fora do cenário nacional.

País do FPS: com mais um título mundial, Rainbow Six Siege continua legado do CS:GO

Sucesso nas telas, reflexo no público

País do FPS: com mais um título mundial, Rainbow Six Siege continua legado do CS:GO

Que o povo brasileiro é alegre e caloroso, movido pelas emoções, não é nenhuma novidade. E a paixão, que se faz presente na relação entre torcedores e times no futebol, é algo que também move o sucesso das equipes nacionais no FPS. No gênero, além dos títulos internacionais, o país concentra uma enorme quantidade de fãs.

Essa paixão ficou ainda mais evidente com a realização de eventos como o VALORANT Champions Tour e o IEM Major Rio 2022, de CS:GO. Os torneios foram disputados pela primeira vez em solo brasileiro e geraram bastante euforia entre os admiradores dos jogos no país, que não decepcionaram. Apesar de nenhuma equipe brasileira ter levantado o troféu em nenhum dos torneios, a postura vibrante da torcida surpreendeu atletas brasileiros e estrangeiros. O clima nas arenas durante as partidas era semelhante ao de um jogo de futebol.

Agora o país se prepara para receber a edição 2024 do Six Invitational, maior torneio de Rainbow Six Siege do mundo. O anúncio ocorreu no dia da grande final da edição deste ano e gerou uma enorme comoção nas redes sociais. As datas e locais ainda não foram definidos, mas tudo aponta para mais um evento de enorme sucesso no Brasil e posiciona cada vez mais o país como a casa do FPS mundial.


Sobre o Tom Clancy's Rainbow Six Siege

Inspirado em organizações antiterroristas do mundo real, o Tom Clancy's Rainbow Six Siege coloca seus jogadores no meio de confrontos letais frente a frente. Pela primeira vez em um jogo Tom Clancy's Rainbow Six, jogadores vão invadir cercos, um novo estilo de invasão em que inimigos têm os meios para transformar seus ambientes em fortalezas modernas enquanto os times Rainbow Six lideram uma invasão para conquistar a posição inimiga. Tom Clancy's Rainbow Six Siege dá aos jogadores controle sem precedentes sobre a habilidade de fortificar a sua posição reforçando paredes e pisos, usando arame farpado e reforços implantáveis, colocando minas, ou invadir a posição inimiga usando drones de observação, cargas explosivas, rapel, entre outros. O ritmo acelerado e a singularidade de cada cerco estabelecem um novo padrão para tiroteios intensos, jogabilidade estratégica e jogos competitivos.


Sobre a Ubisoft

A Ubisoft é uma empresa líder na criação, publicação e distribuição de entretenimento e serviços interativos, com um rico portfólio de marcas de renome mundial, incluindo Assassin's Creed, Far Cry, For Honor, Just Dance, Watch Dogs e a série de jogos Tom Clancy com Ghost Recon, Rainbow Six e The Division. As equipes da rede mundial de estúdios e escritórios de negócios da Ubisoft estão comprometidas em oferecer experiências memoráveis de jogos originais em todas as plataformas populares, como consoles, telefones celulares, tablets e PCs. Para o ano fiscal de 2021-22, a Ubisoft gerou receitas líquidas de € 2,129 bilhões.


fonte: Press FC

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page