top of page
  • Foto do escritorRicardo Figaro

O Symphonic Dark Metal do Apocrifus ressurge das sombras com novo single


O Symphonic Dark Metal do Apocrifus ressurge das sombras com novo single

O one-man project de Symphonic Dark Metal Apocrifus, capitaneado pelo músico e produtor gaúcho Gladimir Purper (Creationism Denied, Guitar Metal Solos), lançou seu novo single "Into The Infinity Of Silence", a primeira amostra do vindouro álbum "Reflections Of Darkness".


Trazendo influências e referências da sonoridade sombria do Black Metal mais orquestrado, o Apocrifus, nas palavras de seu protagonista Gladimir, não pode ser considerada totalmente inserida nesse estilo, pois as temáticas abordadas em suas letras são de autoconhecimento explorando as premissas do lado sombrio do ser humano.


"Este projeto surgiu de forma despretensiosa, uma maneira de exorcizar e exteriorizar meus próprios demônios internos e, ao mesmo tempo, dar vazão às minhas ideias viscerais em um estilo que verdadeiramente me completa. É uma jornada por territórios sombrios, repletos de melodia. Talvez não seja a coisa mais original do mundo, mas me traz grande satisfação", compartilhou Gladimir.


Sobre a sonoridade do Apocrifus, o músico explicou: "Eu não conheço e nem escuto a maioria das bandas de Black Metal na atualidade, pois acho que elas pesam demais no teclado se perdendo em efeitos e esquecendo a musicalidade. Eu tento resgatar os riffs de guitarra, a alma do metal, e não a disputa de quem toca mais de forma mais rápida ou brutal. Quero sempre unir na medida certa a melodia, orquestrações, harmonias vocais e coros, e, claro, peso."


A temática de "Into The Infinity Of Silence" é baseada num personagem que estabelece uma luta interna e silenciosa consigo mesmo, encarando a própria escuridão, fardos pesados ou os próprios medos, medos estes que fazem parte de sua existência.


Fundado em 1997 no Rio Grande do Sul, o Apocrifus começou sua trajetória com o lançamento da demo-tape "The Shadows Valley" e, em seguida, com o álbum "Insanity Dreams" (2003), que elevou sua reputação, levando-os a abrir o show do Krisiun em Porto Alegre no mesmo ano. Em 2005, gravaram o EP "Souls for a Throne of Blood" com a colaboração do produtor uruguaio Sebastian Carsin e atraindo atenção de selos underground globalmente, resultando em lançamentos internacionais.


No final de 2006, a banda se apresentou em um festival em São Paulo, promovido pela Impaled Records, porém, após quinze anos de carreira, problemas internos levaram ao encerramento da banda. Recentemente, tentaram reviver o nome Apocrifus, mas a reunião dos membros originais tornou-se inviável devido às responsabilidades cotidianas. Assim, o projeto transformou-se em um empreendimento solo liderado por Gladimir Purper, que abraça todas as responsabilidades criativas, desde composição até design, baseando-se em sua vasta experiência.


No dia 23 de novembro, os amantes desse estilo podem esperar ansiosamente pelo lançamento do álbum "Reflections Of Darkness", que trará um catálogo de 10 músicas envolventes, compostas, gravadas, mixadas e masterizadas pelo próprio Gladimir Purper, mas antes disso outro single, intitulado "Slave of Illusion", será disponibilizado dia 31 de outubro.


O Symphonic Dark Metal do Apocrifus ressurge das sombras com novo single

Prelude to Redemption

Into the Infinity of Silence

Ghost

Reborn and Agonize

Slave of Illusion

Malign Profane

Lullaby for Succubi

Watch Out for Your Wishes

Revenge of Nefastus Creatures

Souls for a Throne of Blood



fonte: JZ Press

1 visualização0 comentário

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page