top of page
  • Foto do escritorRicardo Figaro

A GAROTA RADIANTE


Conhecida por filmes como “Amar, Beber e Cantar”, “Betty Fisher e Outras Histórias”, “Mademoiselle Chambon” e “Quando Margot Encontra Margot”, a atriz francesa Sandrine Kiberlain estreia no roteiro e direção com A GAROTA RADIANTE, que teve a sua première na Semana da Crítica do Festival de Cannes de 2021. No Brasil, o longa será lançado em 30 de março, pela Pandora Filmes.


A personagem do título é Irène (Rebecca Marder), uma jovem judia de 19 anos que sonha em se tornar atriz em um cenário delicado: o verão de 1942, quando a França está ocupada por nazistas. A protagonista está descobrindo o mundo, o amor, o prazer de viver. Ambiciona uma trajetória artística, mas talvez não possa realizar seus sonhos.

Kiberlain conta que assumiu o posto de diretora pelo desejo de se expressar de uma maneira diferente do que já fazia. “Eu também esperei até encontrar o argumento certo. Com esse projeto, pude contar a história de uma jovem mulher e capturar um momento histórico de uma forma muito pessoal.”


A diretora também explica que começou o roteiro imaginando a vida das personagens. “Eu tinha a ideia, mas não sabia como a transformar em filme. Talvez por eu ser uma atriz, iniciei o processo pensando nas personagens centrais até conseguir realmente encontrar a trama”.


Como base, ela pensou na vida de seus avós no ano de 1942, momento em que se passa A GAROTA RADIANTE. “Todos queriam, como a personagem, se tornar atores, e, como ela, também eram judeus. No processo, muito da minha vida pessoal acabou se tornando uma referência, embora eu fizesse mudanças. Não queria, por exemplo, que minha mãe e minha irmã se tornassem personagens. Seria mais fácil falar de mim mesma e explorar o que significa uma família de forma sincera sem trair as pessoas que amo.”

Rebecca Marder foi descoberta por Kiberlain no teatro e encontrou nela a mistura entre humor e seriedade que julgou perfeita para a personagem. “Provavelmente temos os mesmos instintos como atriz e não precisávamos falar muito para nos entender. Ela tem um rosto marcante que me lembra muito atrizes como Ingrid Bergman e Nastassja Kinski.”


Kiberlain conta que a experiência de fazer A GAROTA RADIANTE foi uma das melhores de sua vida. “Sempre tive muita sorte como atriz, tive parcerias incríveis, mas, durante todo esse tempo, eu falava palavras de outras pessoas. Aqui, finalmente, pude compartilhar minha visão das coisas e meu olhar pessoal para essa história. Pela primeira vez, fiz o que tinha em mente.”


A GAROTA RADIANTE será lançado no Brasil pela Pandora.

 

Ficha Técnica


Direção: Sandrine Kiberlain

Roteiro: Sandrine Kiberlain

Produção: Olivier Delbosc, Pauline Duhault

Elenco: Rebecca Marder, André Marcon, Anthony Bajon, Françoise Widhoff, India Hair

Direção de Fotografia: Guillaume Schiffman

Desenho de Produção: Katia Wyszkop

Trilha Sonora: Patrick Desremaux, Marc Marder

Montagem: François Gédigier

Gênero: drama

País: França

Ano: 2021

Duração: 98 minutos



Sinopse

Irene é uma jovem judia de 19 anos cheia de energia. Sua família a observa descobrir o mundo, seus amigos, seu novo amor e sua paixão pelo teatro. Irene quer ser atriz e vive a vida com a despreocupação característica da juventude. Porém, ela não sabe que seus dias podem estar contados.


SOBRE A PANDORA FILMES A Pandora é uma distribuidora de filmes independentes que há 30 anos busca ampliar os horizontes da distribuição de filmes no Brasil revelando nomes outrora desconhecidos no país, como Krzysztof Kieślowski, Theo Angelopoulos e Wong Kar-Wai, e relançando clássicos memoráveis em cópias restauradas, de diretores como Federico Fellini, Ingmar Bergman e Billy Wilder. Sempre acompanhando as novas tendências do cinema mundial, os lançamentos recentes incluem “O Apartamento”, de Asghar Farhadi, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro; e os vencedores da Palma de Ouro de Cannes: “The Square: A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund e “Parasita”, de Bong Joon Ho.


Paralelamente aos filmes internacionais, a Pandora atua com o cinema brasileiro, lançando obras de diretores renomados e também de novos talentos, como Ruy Guerra, Edgard Navarro, Sérgio Bianchi, Beto Brant, Fernando Meirelles, Gustavo Galvão, Armando Praça, Helena Ignez, Tata Amaral, Anna Muylaert, Petra Costa, Pedro Serrano e Gabriela Amaral Almeida.


Fonte: Sinny Assessoria e Comunicação

13 visualizações0 comentário

تعليقات

تم التقييم بـ ٠ من أصل 5 نجوم.
لا توجد تقييمات حتى الآن

إضافة تقييم
bottom of page