top of page
  • Foto do escritorBeca Tonello

X-Empire lança versão retrabalhada de faixa com convidado internacional!

A banda paulista X-Empire, que nos brinda com uma sonoridade moderna e híbrida de Prog Metal, Groove Metal, Djent, Metalcore e até o Pop, acaba de lançar uma nova versão para a faixa "Let It Die", agora no formato acústico, trazendo a participação especial do vocalista da banda americana Mutiny Within, o britânico Chris Clancy.


Nova versão acústica de "Let It Die", de 2017, com presença de Chris Clancy, vocalista do Mutiny Within, é lançada como novo single!


Os paulistas do X-Empire mais uma vez provaram que dentro do metal contemporâneo não existe fronteiras, e quem não experimenta novos ares e desafios tendem a uma estagnação perigosa para os moldes de como é consumido música atualmente.


Por conta disso, o quinteto formado atualmente por Michel Villares (vocal/produção), André Marques e Ricky Franco (guitarras), Émerson Soares (baixo) e André Luis (bateria) lançou nas plataformas digitais uma nova versão acústica para a faixa "Let It Die", trazendo a participação do cantor britânico Chris Clancy, da banda americana Mutiny Within, como novo single do grupo


"Let It Die", primeira composição completa de Michel Villares, foi lançada originalmente no excelente e bem elogiado álbum "Grief", de 2017, trazendo também a participação de Chris Clancy.

Em 2023, já com a atual formação da banda, "Let It Die" foi revisitada no formato acústico e trazendo novos e incríveis arranjos com acentuação mais comercial criados pela dupla de guitarristas André Marques e Ricky Franco.

Após todos esses anos, a amizade e os laços entre Chris e Michel nunca se enfraqueceram, tanto que Chris deu aulas de canto a Michel por 4 anos seguidos e, também, por ser um exímio produtor, foi o responsável pela mixagem e masterização da faixa "Hard To Breathe", lançada pelo X-Empire em 2020.


Da mesma forma que "Paralyzed (Acoustic)", lançada ano passado, "Let It Die (Acoustic)" fará parte do novo EP acústico intitulado "Revised & Acoustic" que a banda pretende lançar muito em breve, precedendo "Catharsis", o tão aguardado lançamento de material totalmente inédito da banda.


Dentro de algumas semanas, um videoclipe para "Let It Die (Acoustic)" será lançado no canal oficial da banda. Fique ligado!



Comentários dos músicos sobre "Let It Die (Acoustic)":

Michel Villares comentou sobre a participação: "Na época, Chris nos deixou muito a vontade. Mandei para ele a melodia, e ele me devolveu em 2 dias de uma forma muito melhor do que eu havia escrito e sem alterar a letra (risos). Toda a carga emocional da temática é sentida em suas partes. Ficou incrível."


Sobre essa nova versão de "Let It Die", o baixista Émerson Soares comentou: "Apesar de só lançarmos essa versão agora, ela já vem sendo trabalhada há um tempo. Foi uma das primeiras músicas que escolhemos para esse formato acústico e trabalhamos muito em cima dela para manter a identidade original, mas com arranjos e linhas de vozes diferentes. Originalmente ela tinha um refrão marcante com a interpretação de Chris e agora acredito que conseguimos deixa-la ainda melhor".


O novo guitarrista Ricky Franco foi além: "Foi uma experiência única e emocionante recriar a "Let It Die" dessa forma. Ter total liberdade criativa para adicionar novos elementos, como, por exemplo, sintetizadores e detalhes de violão, foi incrível. E mantermos a participação de Chris, um dos maiores cantores do mundo, numa versão ainda mais emocionante era questão não só de honra, mas sim de bom gosto."


André Marques também comentou: "Quando ouvi a versão original, sempre imaginei como ficaria nos moldes de uma balada meio Alternative Rock do Nickelback e Creed, por exemplo (risos). Então, levei a ideia para a banda de deixa-la bem comercial e o resultado ficou excelente."


Chris Clancy comentou em sua rede social sobre essa sua participação: "Foi realmente Impressionante ver todo o empenho de Michel em "Let It Die". É muito gratificante e engrandecedor para um músico ver e sentir a paixão de outro músico pela sua própria arte!"

INFORMAÇÕES ADICIONAIS:

Formado em 2012, na cidade de São Paulo, o X-EMPIRE tem o objetivo de expressar sua sonoridade de forma contemporânea, usando novos e profundos conceitos líricos que se equilibram perfeitamente com suas densas melodias.

Sua sonoridade moderna, complexa e única, calcada nos vocais alternantes que variam do limpo e melódico ao gutural e ríspido, somada a técnica de seus riffs de guitarra bem estruturados, baixo e bateria marcantes, agrada grande parte do público apreciador de refrões contagiantes e vertentes mais progressivas e pesadas que permeiam os estilos como o Groove Metal, Djent, Prog Metal, Metalcore e até o Pop.


Desde sua formação, nunca teve medo de experimentar novos desafios, e agora escancara fortemente influências de bandas como, por exemplo, Meshuggah, Periphery, Trivium, Scar Synmetry, Mutiny Within, Symphony X, Nevermore, Dream Theater, Iced Earth, dentre outros, com intuito de nunca limitar sua arte.


Discografia:

"Fallen" (Single/2012) "No Answers" (Single/2013) "End Of Times" (EP/2014) "Grief" (Álbum/2017) "Hard To Breathe" (Single/2020) "Paralyzed" (Single/2022) "Paralyzed (Acoustic Sessions)" (Single/2022) "My Demons" (Single/2022) "Replacing (Where We Started)" (Single/2023) "Let It Die (Acoustic Sessions)" (Single/2023)




Formação:

Michel Villares - Vocal André Marques - Guitarra Ricky Franco - Guitarra Émerson Soares - Baixo André Luis - Bateria (convidado)


Mídias Sociais/Contato:



fonte: JZ Press


6 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page