top of page
  • Foto do escritorRicardo Figaro

Statues on Fire lança videoclipe do novo single ‘I Hate Your God’

Nova música da banda paulistana de punk rock/hardcore é a estreia na Repetente Records, selo de três músicos do CPM 22


Statues on Fire lança videoclipe do novo single ‘I Hate Your God’

A fúria do novo single da experiente banda paulistana de punk rock/hardcore Statues on Fire, 'I Hate Your God' (um lançamento da Repetente Records), agora em forma de videoclipe, ganha contornos sombrios e se apresenta ainda mais raivoso contra a hipocrisia e manipulação de falsos líderes religiosos.


Assista ao clipe:

O videoclipe tem direção (geral e de fotografia) do renomado produtor Derick Borba e produção executiva do Gravando Bandas.


Derick produziu imagens para canais como Multishow, Bis, MTV, ESPN e Canal OFF. Trabalhou com mais de 100 bandas, artistas como SOJA, Luan Santana, Paula Fernandes, Ludmilla, Anitta, Nx Zero, Cpm 22, Jota Quest, Raimundos, Autoramas e Pitty.


'I Hate Your God' é um lançamento da Repetente Records, selo de três músicos do CPM 22, Badauí, Phil Fargnoli e Ali Zaher, junto ao diretor artístico Rick Lion, com distribuição digital da Ditto Brasil.


A música ressalta o hardcore potente que caracteriza e diferencia a banda, com passagens melódicas e agressivas.


Com 10 anos de atividades, Statues on Fire acumula 5 turnês pela Europa e se consolida como uma das melhores bandas do punk e hardcore nacional. Um vigor único que será mais potencializado pelo time da Repetente!


Statues on Fire é formada pelos experientes Andre Alves (vocal e guitarra), Lalo Tonus (baixo), Alex Silva (bateria) e Regis Ferri (guitarra).


Selo Repetente Records

A Repetente Records, criada por três músicos da banda CPM22, Badauí, Phil Fargnoli e Ali Zaher, surgiu em 2022 para fortalecer o rock/punk rock em parceria com uma das maiores distribuidoras de música digital do mundo, a inglesa Ditto Music, além de assessoria de imprensa da Tedesco Mídia.

No início de 2023, o selo anunciou Rick Lion como diretor artístico.

O nome tem tudo a ver com perseverança e persistência na música. Repetente tem a ver com a rebeldia contra padrões. Na escola, muitas vezes o aluno “repetente” é aquele que não se encaixa nos moldes, mas eventualmente encontra na música uma forma de vencer na vida.

Ele repete não por incapacidade, mas por não ligar, não se interessar pelas mesmas coisas ou por estar enfrentando problemas maiores e mais urgentes fora da escola. Em vez de copiar a lousa, ele está sempre criando - fazendo desenhos, escrevendo rimas, bolando planos, fantasias impossíveis, se divertindo com uma realidade menos careta e injusta.


fonte: Tedesco Mídia

3 visualizações0 comentário

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
bottom of page