top of page
  • Foto do escritorRicardo Figaro

Museu Catavento terá cinema ao ar livre gratuito neste fim de semana

Primeira edição do Cinema no Parque tem o objetivo de difundir as artes visuais por meio sétima arte, exibindo obras aclamadas e clássicos


Museu Catavento terá cinema ao ar livre gratuito neste fim de semana

Tendo as artes visuais como eixo principal, a primeira edição do projeto Cinema no Parque acontece neste final de semana com a exibição gratuita de 19 filmes no Museu Catavento, centro de São Paulo, cidade que enaltece a cultura com a Virada Cultural.


São curtas, médias e longas metragens que valorizam os estudos das artes visuais, como o próprio cinema, a fotografia e o design. O evento terá também rodas de conversa sobre as obras ao longo da programação, que ocorre sábado, 27, e domingo, 28, a partir das 10h.


O projeto, que conta com patrocínio do Ministério da Cultura e da Viveo Farmacêutica, busca, além de difundir as artes visuais, valorizar as áreas de convívio da cidade. Por isso, o local escolhido para a primeira edição foi a área externa do Museu Catavento, localizado no Parque Dom Pedro II, no centro da capital paulista.


A programação conta com filmes aclamados pela crítica e clássicos, como The Cameraman (O homem das novidades), comédia do cinema mudo de 1928, dirigido e estrelado por Buster Keaton, e Blow Up (Depois daquele beijo), dirigido por Michelangelo Antonioni, considerado um marco na história do cinema moderno.


Documentários nacionais reconhecidos em festivais de cinema também integram a lista de filmes que serão exibidos, como À Margem da Imagem, dirigido por Evaldo Mocarzel, e O Sal da Terra, dirigido por Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado, que retrata a vida e o trabalho do fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado. Outro documentário com reconhecimento internacional que estará no Cinema no Parque é Janela da Alma, dirigido por João Jardim e Walter Carvalho.


Veja a programação completa:


Sábado (27 de maio)


10h – Renda Guaianás (Jean Paul Ganem / Mozart Mesquita / Wictor Doarte) 10h20 – Humanidade (Ana Cláudia Streva e Selma Perez) 10h34 – Farmacêuticos (André François e Paula Poleto) 11h01 – A Margem da Paisagem (Eliane Caffé e Jean-Paul Ganem) 11h53 – Intervalo 12h53 – Janela da Alma (Walter Carvalho / João Jardim) 14h06 – Shooting Women (Alexis Krasilovsky) 14h59 – O Sal da Terra (Wim Wenders / Sebastião Salgado / Juliano Salgado) 16h49 – The Cameraman (O homem das novidades; Edward Sedgwick / Buster Keaton) 17h56 – À Margem da Imagem (Evaldo Mocarzel) 19h20 – All the Beauty and the Bloodshed (Nan Goldin) 21h17 – La jetée (Chris Marker)


Domingo (28 de maio)


10h – Primeiros Filmes dos Irmãos Lumière (Lumière Brothers) 10h06 – Viagem à Lua (Georges Méliès) 10h20 – Visages Villages (Agnès Varda / JR) 11h49 – A Fotografia Oculta de Vivian Maier (John Maloof / Charlie Siskel) 13h12 – Intervalo 14h12 – Limite (Mário Peixoto) 15h32 – Blow Up (Depois daquele beijo; Michelangelo Antonioni) 17h23 – Um Homem com uma Câmera (Dziga Vertov) 18h31 – Fur: An Imaginary Portrait of Diane Arbus (A Pele; Steve Shainberg)



fonte: projeto Cinema no Parque

9 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page