top of page
  • Foto do escritorRicardo Figaro

Masterclass sobre a distribuição de curtas-metragens marca o início do Vitrine Lab

Conversa será transmitida ao vivo pelo canal do YouTube do Projeto Paradiso e terá participação dos criadores da plataforma Cardume. Organização também divulgou os 30 nomes de bolsistas selecionados para a edição deste ano

Masterclass sobre a distribuição de curtas-metragens marca o início do Vitrine Lab

A quarta edição do Vitrine Lab, curso livre sobre distribuição audiovisual, tem como pontapé inicial a Masterclass “Vida Longa ao Curta: distribuição em todas as janelas”, com a participação de Luciana Damasceno e Daniel Jabber, criadores da plataforma de streaming Cardume Curtas, e de Rachel do Valle, diretora de programas do Projeto Paradiso. A Masterclass terá mediação de Amanda Kadobayashi, idealizadora do Vitrine Lab e Coordenadora de Conteúdo. O encontro será na quarta, 7 de junho, às 19h, com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube do Projeto Paradiso e aberta ao público.


"Na Masterclass vamos falar sobre as estratégias de distribuição de curtas metragens, passando pelos aspectos burocráticos para a regularização do filme finalizado, carreira de festivais e outras possibilidades de exibição, como ações de distribuição de impacto e oportunidades de licenciamento”, conta Amanda Kadobayashi.


As instituições parceiras que realizam a Masterclass também apoiam o Vitrine Lab de outras formas: o Projeto Paradiso, organização filantrópica de apoio ao audiovisual brasileiro, concederá cinco das 30 bolsas de estudo disponibilizadas e ajuda de custo de R$ 500 para as pessoas bolsistas que tiverem uma frequência mínima de 80% nas aulas ao vivo. Além disso, por conta dessa parceria, um aluno do Vitrine Lab será selecionado para participar da edição deste ano do São Paulo Locarno Industry Academy, programa ligado ao Festival de Locarno. Já a Cardume Curtas oferece aos 30 bolsistas a assinatura semestral de seu clube de benefícios, o Plano Coral, que dá acesso a cursos online, descontos e editais exclusivos. O Vitrine Lab é financiado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, através do Programa de Ação Cultural (#ProAC2022).

Bolsistas 2023

Após analisar as quase 700 inscrições recebidas, a organização do Vitrine Lab anunciou as 30 pessoas que foram contempladas com bolsas de estudo para participar do curso. A lista completa está disponível neste link. Entre os critérios prioritários adotados para a seleção, destacam-se: integrar minorias sociais, como negros, indígenas, pessoas trans e pessoas com deficiência, mães,residentes nas regiões Centro Oeste, Norte e Nordeste, e com renda igual ou inferior a 2 salários mínimos. Entre os 30 selecionados para esta edição, a maioria é da região Nordeste; 55% se autodeclararam pessoas pretas, 10% pardas e 6.9% indígenas. 55.2% das pessoas selecionadas declararam se identificar com o gênero feminino, 10.3% se identificam como transgênero ou não binários. E para completar, 13.8% se declararam mães e 6.9% dos selecionados declararam ser PcDs.

O curso

O Vitrine Lab está com inscrições abertas até 31 de maio pelo Sympla. O curso terá 12 encontros, ao vivo e online, com especialistas nas diversas etapas de distribuição audiovisual. As aulas serão realizadas às segundas, quartas e sextas, das 19h às 21h, de 12 de junho a 7 de julho. O curso será gravado e cada aula será disponibilizada aos participantes por 48 horas após a transmissão ao vivo.


Em 2021, o curso recebeu o prêmio de Distribuição Inovadora, outorgado pelo Göteborg Film Fund. Por conta desse prêmio, foi possível implementar o módulo prático, que permite que até três participantes do módulo teórico sejam selecionados para uma imersão de 3 meses junto às equipes de marketing e programação da Vitrine Filmes. As vagas são para atividades realizadas em regime híbrido ou remoto, portanto, podem ser preenchidas por pessoas de todo o Brasil.

Sobre a Vitrine Filmes

A Vitrine Filmes, desde 2010, já distribuiu mais de 200 filmes e alcançou milhares de espectadores nos cinemas do Brasil. Entre seus maiores sucessos está "Bacurau", de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, vencedor do Prêmio do Júri do Festival de Cannes 2019 Em 2020, a Vitrine Filmes iniciou um novo ciclo de expansão e renovação. Entre as iniciativas estão o lançamento da Vitrine España, que produz e distribui longas metragens na Europa; a criação do selo Manequim, focado na distribuição de filmes com apelo a um público mais amplo; o Vitrine Lab, curso online sobre distribuição cinematográfica, vencedor do prêmio de distribuição inovadora do Gotebörg Film Fund 2021; e Vitrine Produções, para o desenvolvimento e produção de títulos brasileiros. Desde 2021, Vitrine produz e co-produz curtas, documentários e longas-metragens, dentre eles "Amigo Secreto" (DocLisboa 2022), de Maria Augusta Ramos, que teve mais de 15 mil espectadores no Brasil; "O Nosso Pai", curta de Anna Muylaert exibido no Festival de Brasília; "Caigan Las Rosas Blancas" (White Roses, Fall!), de Albertina Carri, a continuação de "Las Hijas del Fuego", distribuído pela Vitrine Filmes em 2019.


fonte: Atomica Lab

9 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page