top of page
  • Foto do escritorJu Puccia

Loss torna possível o improvável encontro entre Dominguinhos, metal e stoner rock

Atualizado: 2 de out. de 2023

Em novo single “The Mirror”, Loss torna possível o improvável encontro entre Dominguinhos, metal e stoner rock

A música foi mixada e masterizada na Dinamarca pelo renomado Tue Madsen, famoso por ter trabalhado com Rob Halford, Meshuggah e Behemoth


O desconhecido pode ser aterrorizador, mas muitas vezes revê-la o belo. Principalmente quando esse desconhecido é desvendado através das artes.

A tendência que temos, de evitar o desconforto, somada a essa obsessão do mundo contemporâneo de sempre agradar (para ganhar likes), é o que tem originado obras artísticas pouco inspiradas, padronizadas, meros produtos descartáveis. Mas exceções fazem diferença.


Uma banda nascida e criada no solo sagrado de Belo Horizonte já é, por si só, uma exceção. Mas a Loss ainda reúne outras qualidades criativas e técnicas que a colocam numa posição de vanguarda.

“The Mirror (Cabloco’s Blues)”, novo single da Loss, é um desses exemplos onde um artista se atira de um precipício em busca do desconhecido, transcendendo sua própria essência, em direção ao novo.


Gravada em Belo Horizonte no Analog Dream Studio e mixada e masterizada na Dinamarca pelo renomado produtor Tue Madsen, famoso por ter trabalhado com Rob Halford, Meshuggah, Behemoth, Sick Of It All, Vader, entre outros, “The Mirror (Cabloco’s Blues)” traz uma forte inspiração na música regional do nordeste brasileiro, sem que a Loss tenha aberto mão de suas raízes. É um improvável encontro entre Dominguinhos, heavy metal e stoner rock.


"A ideia da música partiu de um riff criado pelo Adriano Avelar (guitarrista) inspirado em uma música de Dominguinhos. A referência inusitada nos surpreendeu e decidimos encarar o desafio de criar uma música pesada, com influências do nosso país” – contou o baixista e vocalista Marcelo Loss.


Embora o flerte do rock/metal com a música nordestina já tenha sido explorado com muita propriedade por outras bandas brasileiras, a abordagem da Loss foi diferente, como explica Adriano Avelar.

"Nossa ideia foi buscar referência nas melodias das músicas regionais, e não dos ritmos e batidas, como algumas bandas brasileiras fizeram antes".


Já para o baterista Teddy Almeida, “The Mirror (Cabloco’s Blues)” significou um desafio.

“The Mirror me fez evoluir como baterista”, conta o músico que é um dos grandes bateristas da escola mineira do metal, tendo sido integrante do Witchhammer. “Eu venho de uma escola muito pesada do metal e essa influência da música brasileira me fez ter que estudar. Ás vezes você acha que não tem que aprender mais nada e eis que The Mirror provou o contrário. Essa música é um marco para mim como baterista”.

“The Mirror (Cabloco’s Blues)” foi distribuída nas plataformas digitais pelo selo europeu DYMM Records.


Para ouvir “The Mirror (Cabloco’s Blues)”, acesse:

Mais Informações:


fonte: Som do Darma

2 visualizações0 comentário

Opmerkingen

Beoordeeld met 0 uit 5 sterren.
Nog geen beoordelingen

Voeg een beoordeling toe
bottom of page