top of page
  • Foto do escritorRicardo Figaro

Festival de Power e Symphonic Metal em São Paulo!


Segunda edição do Into The Dark Power Symphony Fest, festival indoor de bandas autorais, com o objetivo de trazer belas vozes do Power Metal e do Symphonic Metal nacional juntas num mesmo evento, vozes essas que já foram ouvidas dentro e fora do nosso país. Essa segunda edição será realizada no dia 26 de maio, no House Of Legends Bar, em São Paulo/SP, e contará com a presença das bandas: Ego Absence, Kyndra, Brightstorm, Revengin e Lumnia.


Organizado pela produtora carioca THC Produções, que retomou recentemente os trabalhos, tem como objetivo principal fomentar os estilos mais épicos e sinfônicos no Brasil, já que ambos vem crescendo vertiginosamente no mundo. A primeira edição do Into The Dark Fest foi realizada no dia 11 de março, no Rio de Janeiro, e foi um tremendo sucesso, contando com uma grande parcela de fãs apaixonados pelo peso e melodias épicas numa noite memorável.


Por ser uma produtora que acompanha arduamente o que acontece na cena metal nacional, seus responsáveis, Bruna Rocha e Themys Barros, viram a quantidade de bandas com enorme potencial que só precisavam de oportunidades para mostrarem seu trabalho com dignidade.

“Com a retomada da THC Produções, a nossa ideia era abrir espaço para as bandas mostrarem seus trabalhos de uma maneira mais profissional, que tivessem todo o auxílio e assessoria para fazerem da forma correta. Então, tivemos a ideia de apresentações ‘indoors’, criando, na verdade, um ‘circuito’. Como já tocamos com a Revengin, e tínhamos alguns planos nesse sentido para esse ano, decidimos que seríamos a “cobaia” para esse “experimento” (risos). Pensamos, então, que por sermos uma banda de Metal Sinfônico, poderíamos criar algo relacionado a esse estilo, nascendo assim o Into The Dark Symphony Fest (primeira edição). A escolha das bandas foi pelo “corre” mesmo, pois queríamos ter bandas que estivessem já consolidadas e que estavam na mesma pegada de trabalho duro”, comentou Bruna Rocha (Cantora da Revengin, e sócia na THC Produções).

Sobre as bandas escolhidas da primeira edição do Into The Dark Symphony Fest, Themys Barros (guitarrista da Revengin/Eros, e sócio na THC Produções) comenta:

“A Brightstorm está junto conosco desde a pandemia, tocamos juntos em São Paulo ano passado, e a cada dia que passa cresce mais e mais. A Lyria dispensa comentários, pois faz um som excelente e sua parte de mídia social é impecável. O Lumnia estava com um trabalho fantástico saindo do forno, então nasceu a primeira edição no Rio de Janeiro. A resposta do público não podia ter sido melhor!”

Após a segunda edição do festival Into The Dark Power Symphony Fest, em São Paulo, teremos uma Into The Dark Thrash Fest, que será realizada em junho, no Rio de Janeiro, uma em Minas Gerais e outra no Sul. E sim, uma nova edição do Hell In Rio já está nos planos da produtora para 2024, provavelmente no primeiro semestre. Aguardem novidades em breve!


SERVIÇO:

INTO THE DARK POWER SYMPHONY FEST (2ª Edição)

Data: 26 de Maio (Sexta-Feira)

Local: House Of Legends Bar Endereço: Rua Inácio Pereira da Rocha, 367 – Vila Madalena – São Paulo/SP

Abertura da casa: 19h Início do show: 20h Término previsto: 2h (dia seguinte)

Classificação etária: +18 anos Estacionamento: nas imediações (sem convênio)

Ingressos vendidos na porta e online através do Sympla


Ingressos (1° Lote):


R$ 30,00 (+R$ 3,00 taxa) em até 6x de R$ 6,19 (vendas até 01/04) R$ 40,00 (+R$ 4,00 taxa) em até 10x de R$ 5,29 R$ 50,00 (+R$ 5,00 taxa) em até 12x de R$ 5,69 R$ 65,00 (na porta/dia do evento)


…::: SOBRE AS BANDAS :::...


KYNDRA

Banda de Power Metal formada em 2015, na cidade de Juiz de Fora/MG, que conta com Zeh Dominato (vocal), os irmãos Pablo e Mike Martins (guitarras), Carlos Gouvêa (baixo), Rich Rodrigues (bateria) e o fundador William Tassi (teclados). Inspirada por nomes como André Matos, Angra, Shaman e Stratovarius, imprime suas referências e influências sem renunciar a uma sonoridade grandiosa e original. Após produzir vários singles durante o ano de 2022, lançou no final do mesmo ano seu álbum conceitual de estreia, o épico e apocalíptico “Visions And Voices”, produzido, também, por Thiago Bianchi (Noturnall, ex-Shaman).






LUMNIA


Formada na cidade do Rio de Janeiro/RJ, em 2020, por Odete Salgado (vocal), Hugo Neves (guitarra), Pedro Mello (baixo) e Matheus Moura (bateria), apresenta uma sonoridade que mescla elementos do metal moderno, do sinfônico e do Doom Metal, criando atmosferas sombrias munidas a um instrumental pesado e com vocais líricos. Lançou em 2023 seu álbum de estreia, também conceitual, intitulado “Humanity Despair”, abordando letras que versam sobre perdas, desespero, ódio, depressão e aceitação das sombras como possibilidade de superação da dor, ou seja, uma verdadeira ode a jornada da humanidade pelas suas sombras até a sua transcendência. Sua estreia nos palcos se deu exatamente na primeira edição do festival Into The Dark, no Rio de Janeiro, fazendo parte do propósito da THC Produções de dar oportunidades a todas as bandas que apresentam um trabalho consistente e de qualidade.




BRIGHTSTORM

Nascida em São José dos Campos/SP, no ano de 2012, a banda de Modern/Symphonic Metal surgiu originalmente a partir de um projeto de covers. O nome Brightstorm é uma metáfora e, também, uma forma de estabelecer que, mesmo em meio a escuridão e caos, ainda há luz, e ela se sobressairá para sempre. No ano seguinte, Naimi Stephanie (vocal), Will Lopes (guitarra), Edy Silva (baixo), Gabriel Bernardes (teclado) e Alexis Núñez (batería) resolveram seguir em frente compondo material autoral seguindo uma linha de influências diversas de todos como, por exemplo, Lacuna Coil, Epica, Nightwish, Draconian, Evanescence, Within Temptation, Ravenscry, e muitas outras no estilo épico e sinfônico contemporâneo. Tem em sua discografia o EP de estreia “Past In Flames” (2014) e “Through The Gates” (2017), sempre abordando assuntos fortes como a autorreflexão, poesia, filosofia, mitologia, temas fictícios e emoções humanas. Recentemente lançou seu mais novo single intitulado “My Mind” em todas as plataformas digitais e se prepara para muitos outros no decorrer de 2023.



REVENGIN


Criada em 2008, também na cidade do Rio de Janeiro/RJ, como um projeto ambicioso visando mesclar o Heavy Metal tradicional com elementos do lado mais sinfônico do estilo. Possui em sua discografia obras inteligentes e criativas que abordam temas profundos de fantasia e condições humanas lançadas em dois EPs e um álbum completo, respectivamente “Synergy Of The Ashes” (EP/2009), “Cymatics” (Álbum/2012) e “Inner Dark” (EP/2020). Foi com “Cymatics” que a banda teve um grande salto na carreira, proporcionando aos músicos, que a formavam na época, uma turnê europeia a convite de um produtor holandês após assistir a um evento com a banda na Comunidade da Maré. Nessa turnê, a banda passou pela Eslováquia, Polónia, Hungria, Holanda e Alemanha. Em 2021, lançou dois singles/vídeos “Repairless” e “When Fate Calls”, mas foi em 2022 que a banda realizou um sonho, apresentar-se no último Rock In Rio (2022), no Palco Favela. Contando com uma formação nova e energizada com Bruna Rocha (vocal), Thiago Contrera (guitarra/vocal), Themys Barros (guitarra), Emerson Mordien (baixo) e Hugo Bhering (bateria), deram um show no palco de um dos maiores festivais de música do mundo. Seu mais novo lançamento foi o single “Sublime Awakening”, que estará presente no vindouro novo álbum da carreira, ainda sem título ou data de lançamento definidos.



EGO ABSENCE

A banda paulista de "Modern" Power/Heavy Metal, como os próprios integrantes a classificam, formada em 2015, que tem em sua discografia três singles, “I Am Free” (2015), “On The Run” e “Let It Burn”, ambos de 2019, e o álbum de estreia “Serpent’s Tongue”, de 2020. Suas composições abordam situações cotidianas e, embora sua orientação para o estilo seja "moderna", não perdem as influências do Power e Heavy Metal clássicos. Atualmente conta com Raphael Dantas (vocal), Guto Gabrelon (guitarra), André Fernandes (baixo) e Augusto Bordini (bateria), procura sempre primar pelo equilíbrio de suas músicas, sendo elas repletas de partes rebuscadas ou com melodias simples, mas sempre munidas de muito ‘feeling’, refrões grandiosos e alma.






Fonte: JZ Press

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page