top of page
  • Foto do escritorRicardo Figaro

CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis

Atualizado: 30 de out. de 2023

Parceria entre a Editora Mino, PerifaCon e Chiaroscuro Studios levará dez quadrinistas de periferias de todo do Estado de São Paulo para exporem seus trabalhos dentro do coração do festival .

CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis

A CCXP23 confirma a participação dos dez autores que compõem o projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis. Criado pela Editora Mino em parceria com PerifaCon e Chiaroscuro Studios, o projeto surgiu com o intuito de formar e inserir autores da periferia de São Paulo no cenário de histórias em quadrinhos do Brasil, num esforço de diversificar as vozes que formam a cena. Em sua segunda edição, o Narrativas volta ao maior festival de cultura pop do mundo, agora com ainda mais autores, vindos das mais diversas regiões periféricas de SP.

"Buscamos tornar cada vez mais inclusivo o mercado editorial de quadrinhos no Brasil e o Narrativas Periféricas é um passo importantíssimo para isso. Neste ano, conseguimos captar diversos talentos que estão iniciando suas carreiras e proporcionamos visibilidade para eles dentro do maior festival de cultura pop do mundo. Só tenho a agradecer a Editora Mino e a PerifaCon pela parceria e participação em mais uma edição," afirma Ivan Costa, sóciofundador do evento, curador da programação de Histórias em Quadrinhos e do Artists’ Valley by Bis da CCXP23 e CEO da Chiaroscuro Studios.

Acesse o site oficial da CCXP para mais informações sobre o Artists' Valley e conheça os demais quadrinistas convidados desta edição do evento.


Conheça os artistas

CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis

Caio Os

Nascido no Jardim Rincão, bairro da zona norte de São Paulo. Cresceu lendo quadrinhos, desenhando e sempre teve como sonho poder contar suas próprias histórias. Trabalha com quadrinhos, ilustração e participa de feiras, lançando seus trabalhos de forma independente, desde 2019. Esse ano, lança a HQ "Killa", trabalho feito pelo projeto Narrativas Periféricas, lançado pela Editora Mino.


CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis

Rodrigo Cândido

Ilustrador e quadrinista, original da cidade de Osasco. Com obras inspiradas no imaginário diaspórico negro, influencia-se também por cinema, música e jogos eletrônicos. Ilustrou os livros "Caçador cibernético da Rua 13" e "A Cientista Guerreira do Facão Furioso" da Editora Malê, o quadrinho "3 Esùs e o Tempo" da Editora Kitembo e o livro infanto juvenil "Quilombolando" para a Estrela Cultural.


CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis

Clayton Cassiano

Clayton há mais de 20 anos vive da sua arte como ilustrador, cartunista, caricaturista e professor. Em 2017 lançou seu primeiro quadrinho de forma independente, "Para-Raios". Depois disso lançou mais dois quadrinhos: "Para-Raios e trovoadas" e "Máquina H - ferrugem". Em 2023, por meio do projeto Narrativas Periféricas, lança o livro "Afogados" com o selo da editora Mino.



CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis


Digomes

Morador da cidade de Barueri, iniciou sua aventura de fazer quadrinhos como um hobby e, assim, encontrou uma maneira de se expressar. Atualmente, ele divide sua paixão entre criar quadrinhos e produzir games.




CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis

Eric Baket

Ilustrador, quadrinista, escritor e designer gráfico. Começou a desenhar desde cedo por incentivo familiar e passou a publicar seus trabalhos na internet no final de 2014, quando concluiu o Ensino Médio. Cursou Design de Games na School Of Art, Game And Animation, Comunicação Visual na Etec, Artes Gráficas e História em Quadrinhos na Quanta Academia de Artes. Autor de "Bancarrota" livro publicado pela Editora Mino.



CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis

Jãovito

Morador da Brasilândia, zona norte de São Paulo. Formado em Artes Visuais, ele se dedica a criar histórias, produzir ilustrações e fazer quadrinhos, trabalhando também em diversos suportes, como pintura e escultura, além de ministrar algumas oficinas. Esse ano fez seu primeiro lançamento com o quadrinho "21 Porque me sinto péssimo".



CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis

Lucas Lima

Artista visual de Guarulhos, tem uma produção de quadrinhos voltada a representar o cotidiano na periferia e questões existenciais. Participou da segunda edição da Narrativas Periféricas. Também é educador e realiza oficinas e aulas de arte.




CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis

PUPA

Formado em artes cênicas e professor de arte na rede municipal. Além disso, ele é ilustrador de livros infantis. A HQ "Janeiro 06" foi o primeiro trabalho como autor e ilustrador.





CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis


Saudade

Ilustrador, quadrinista e arte-educador de Osasco, na Grande São Paulo. Sua pesquisa é voltada para o protagonismo jovem nas periferias em torno do universo e da estética funk. Atualmente, desenvolve o projeto “AS CRÔNICA DOS MANDRAKE".



CCXP23 anuncia participação do projeto Narrativas Periféricas no Artists’ Valley by Bis

WIRU

Vive em Guarulhos-SP e produz quadrinhos e animações para o público LGBTQ+. Está lançando o gibi "PICUMÃ" com o tema de ficção científica e invasão alienígena.



A CCXP23 acontece entre os dias 30 de novembro e 3 de dezembro de 2023, no São Paulo Expo.



Sobre a CCXP   

A CCXP é o maior festival de cultura pop do mundo. O evento, idealizado e produzido pela Omelete Company, já recebeu mais de 1.5 milhão de pessoas ao longo de todas as edições em São Paulo, uma edição da CCXP Tour em Recife e uma edição internacional da CCXP Cologne, na Alemanha. Com dois eventos digitais, sob o selo de CCXP Worlds, a marca alcançou uma audiência de mais de 7.5 milhões de usuários, distribuídos em 139 países. Com números e recordes próprios, a CCXP vai muito além das estatísticas: é um sentimento. Um lugar de pertencimento e liberdade, proporcionando experiências inesquecíveis para quem vai e impactando positivamente a sociedade. Tudo isso pode ser resumido pela palavra que simboliza a essência do festival: épico.   

  


fonte: Approach Comunicação

2 visualizações0 comentário
bottom of page