top of page
  • Foto do escritorBeca Tonello

Campanha usa filmes de terror para alertar sobre violência doméstica

Made e Studio Nuts se unem em campanha multiplataforma contra a violência doméstica. Peças fazem alusão a filmes de terror e foram desenvolvidas para APAV e Somos Todas Marias.

Campanha usa filmes de terror para alertar sobre violência doméstica

Studio Nuts e Made, duas empresas criativas uniram forças para uma ação contra a violência doméstica que, hoje, vem sendo cada vez mais denunciada com apoio da mídia. Mas ainda precisa de mais esforços. Dessa forma, a campanha, desenvolvida para a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) em Portugal e para a startup que transforma a vida de mulheres empreendedoras da periferia "Somos Todas Marias" no Brasil, faz alusão a filmes de terror para destacar a assustadora realidade das pessoas que enfrentam violência doméstica.

A criação em conjunto de Álvaro Rodrigues, sócio e CEO da Made, e Tico Moraes, sócio e diretor de Criação do Studio Nuts, visa aumentar a conscientização e inspirar ação contra esse tipo de violência, um problema preocupante que não conhece fronteiras e afeta vidas em diversos países. Para isso, os criativos utilizaram a linguagem de filmes de terror para ilustrar as experiências angustiantes enfrentadas por aqueles que estão presos no ciclo da violência doméstica.


Campanha usa filmes de terror para alertar sobre violência doméstica

Os filmes trazem mulheres assistindo a um filme de terror quando são abordadas pelos companheiros de maneira agressiva e crescente. Os personagens dos filmes de terror que, em tese, estão ali para assustar, ficam ainda mais aterrorizados com o que estão vendo e vão embora.

“Nossa parceria visa a importância da união ao abordar questões sociais críticas como a violência doméstica. Nossa ideia é ajudar a promover uma sociedade em que esses horrores sejam erradicados e o apoio seja estendido às vítimas”, diz Tico Moraes, sócio e diretor de Criação do Studio Nuts.

“Nada aterroriza mais a vida de uma mulher do que a violência doméstica. Infelizmente os casos de feminicídio, particularmente no Brasil, só aumentam. Nossa campanha tem como objetivo jogar luz sobre o tema, reforçar que as mulheres não estão sozinhas, dando voz e vez para a denúncia. A Made e a Nuts torcem para que mais marcas e organizações façam parte da campanha", destaca Álvaro Rodrigues, sócio e CEO da Made, ressaltando que a iniciativa também ganhará uma plataforma digital para que outras entidades, marcas e pessoas físicas possam aderir ao movimento.

Além dos filmes para TV, cinema e Internet, a campanha multiplataforma ainda inclui anúncios, cartazes, posts e filtros para as redes sociais sempre com a atmosfera e direção de arte remetendo às divulgações de filmes de terror.


fonte: Nakamura

bottom of page