top of page
  • Foto do escritorRicardo Figaro

A NOITE DO DIA 12 recebe pôster e trailer oficial

Longa de Dominik Moll acompanha um caso de feminicídio que se torna obsessão de um policial; estreia acontece no dia 12 de julho

A NOITE DO DIA 12 recebe pôster e trailer oficial

Conhecido por suas comédias, como “Harry Chegou Para Ajudar”, o cineasta Dominik Moll está num outro registro no premiado A NOITE DO DIA 12, que combina suspense e policial sobre um investigador tentando desvendar um caso complicado do assassinato de uma mulher. Com distribuição da Pandora Filmes, o longa, que recebe pôster e trailer oficiais, chega aos cinemas brasileiros a partir do dia 12 de julho, uma quarta-feira, estratégia para acompanhar o fatídico número 12.


Yohan (Bastien Bouillon) é um detetive de polícia obcecado pela morte de Clara, e o que começa como uma investigação da vida da vítima, se torna um caso que ele não consegue abandonar. Um interrogatório evoca outro, há vários suspeitos e muitas dúvidas. Mas uma coisa é certa, o crime aconteceu na noite do dia 12.

Na principal premiação do cinema francês, o César, A NOITE DO DIA 12 ganhou seis prêmios, entre eles Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Ator Coadjuvante (para Bouli Lanners), além de receber outras quatro indicações.


ASSISTA AO TRAILER:

Moll conta que partiu do livro da francesa Pauline Guéna, que acompanhou por um ano uma equipe de polícia em Versalhes que investiga crimes diversos, mas optou por adaptar para o filme apenas um dos casos.


“Ela conta esse caso de uma jovem que foi incendiada a caminho de casa, e se tornou a obsessão de um dos detetives. Confesso que hesitei pela natureza sórdida do crime, mas após ler algumas páginas, a história começou a me assombrar, como assombra ao investigador.”


Nesse sentido, ele explica que uma das questões centrais do longa é a relação entre homens e mulheres, e isso já estava na obra da escritora Guéna após sua experiência e pesquisa em campo com a polícia.


“Não é exatamente um ponto da obra dela, mas o fato de ela ser uma mulher observando homens trabalhando. Isso é um fator que se impôs a nós. E muitos casos são de feminicídio, violência de homens contra mulheres.”


Nota-se que casos sem solução é o que chama a atenção de Moll e Gilles Marchand, que assinam o roteiro do longa. Marchand, que fez uma série sobre um crime não resolvido, sabia que a verdade era um ponto central para a construção da narrativa.


“Geralmente, filmes desse gênero começam com um assassinato e terminam com a revelação do assassino. E não era isso que eu queria, o que me perseguia nessa história era o mistério”, conta o diretor.


Em meio a tantos personagens masculinos, entre policiais e suspeitos, Moll confessa que criar figuras femininas fortes era importantíssimo.


“Há a Clara, obviamente, a vítima cuja figura marca todo o filme, e também a melhor amiga dela Nanie, interpretada por Pauline Serieys, que leva o filme a outro lugar.”


Para fazer A NOITE DO DIA 12, além do trabalho da polícia descrito por Guéna, em seu livro, Moll contou com o apoio da polícia de Grenoble, que permitiu ao cineasta uma imersão nesse mundo, vendo de perto como eles trabalham. “Passar um tempo com eles me permitiu ser mais preciso e verdadeiro no tom do filme, conseguindo assim evitar uma espetacularização falsa do trabalho ou a busca por artificialismos. Isso me permitiu estar mais próximo do lado humano, o desconforto e a paixão que pode guiar os investigadores.”

Em sua equipa artística, A NOITE DO DIA 12 conta com o diretor de fotografia Patrick Ghiringhelli (“Geronimo”), o compositor Olivier Marguerit (“Garoto Chiffon”) e o desenhista de produção Michel Barthélémy (“O Profeta”). A produção é assinada por Caroline Benjo (“O Lagosta”), Barbara Letelliez (“Entre os Muros da Escola”), Carole Scotta (“A Chiara”) e Simon Arnal (“Coco Antes de Chanel”).


Sinopse Diz-se que todo investigador tem um crime que o persegue, um caso que o machuca mais do que os outros, sem que ele necessariamente saiba o porquê. Para Yohan, esse caso é o assassinato de Clara.


A NOITE DO DIA 12 recebe pôster e trailer oficial

Ficha Técnica

Direção: Dominik Moll Roteiro: Gilles Marchand e Dominik Moll, inspirado no livro de Pauline Guéna Produção: Caroline Benjo, Barbara Letelliez, Carole Scotta, Simon Arnal Elenco: Bastien Bouillon, Bouli Lanners, Anouk Grinberg, Pauline Serieys Direção de Fotografia: Patrick Ghiringhelli Desenho de Produção: Michel Barthélémy Trilha Sonora: Olivier Marguerit Montagem: Laurent Rouan Gênero: drama, suspense, policial País: Bélgica, França Ano: 2022 Duração: 115 minutos


SOBRE A PANDORA FILMES A Pandora é uma distribuidora de filmes independentes que há 30 anos busca ampliar os horizontes da distribuição de filmes no Brasil revelando nomes outrora desconhecidos no país, como Krzysztof Kieślowski, Theo Angelopoulos e Wong Kar-Wai, e relançando clássicos memoráveis em cópias restauradas, de diretores como Federico Fellini, Ingmar Bergman e Billy Wilder. Sempre acompanhando as novas tendências do cinema mundial, os lançamentos recentes incluem “O Apartamento”, de Asghar Farhadi, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro; e os vencedores da Palma de Ouro de Cannes: “The Square: A Arte da Discórdia”, de Ruben Östlund e “Parasita”, de Bong Joon Ho.

Paralelamente aos filmes internacionais, a Pandora atua com o cinema brasileiro, lançando obras de diretores renomados e também de novos talentos, como Ruy Guerra, Edgard Navarro, Sérgio Bianchi, Beto Brant, Fernando Meirelles, Gustavo Galvão, Armando Praça, Helena Ignez, Tata Amaral, Anna Muylaert, Petra Costa, Pedro Serrano e Gabriela Amaral Almeida.

fonte: Sinny Assessoria e Comunicação

8 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page